Lisboa E-Nova - Agência de Energia-Ambiente de Lisboa

Iniciar Sessão
Português (pt-PT)English (United Kingdom)
Home » Notícias » Notícias » Comunidades Sustentáveis de Energia
27-04-2017

Comunidades Sustentáveis de Energia

As Comunidades S têm como principal objetivo promover a gestão coordenada e inteligente dos recursos de produção distribuída de eletricidade, com especial ênfase nos painéis fotovoltaicos. Juntamente com a exploração eficiente das capacidades de flexibilidade das cargas, novos paradigmas de gestão dos recursos energéticos a nível local surgirão.
Com as Comunidades S é possível implementar modelos de partilha de energia entre edifícios com benefícios económicos para todos. Uma das vantagens mais imediatas é partilha do excedente de produção de energia elétrica através de painéis fotovoltaicos, em públicos nos fins de semana e feriados, com os membros da comunidade. Isto permitirá reduzir os custos com as faturas mensais de eletricidade.
Além disto, esta iniciativa tem a capacidade de alterar padrões de alto consumo de eletricidade para momentos onde a energia elétrica é mais barata ou onde exista maior capacidade de produção de eletricidade dos painéis fotovoltaico. Consequentemente, é possível otimizar os momentos em que se consome energia.
As Comunidades S geram benefícios para todos, particularmente através da:
•    Criação de Comunidades Sustentáveis de Energia com modelos de “partilha de energia” entre edifícios baseados numa lógica Win/Win - intermediação virtual da energia;
•    Redução das contas de eletricidade - Consumo energético incentivado em períodos em que a energia elétrica é mais barata;
•    Aumento da eficiência energética – Consumo energético transferido para períodos em que existe maior capacidade de produção dos painéis solares;
•    Aumento da autonomia dos consumidores e das comunidades – interface virtual que permite a cada um aceder ao seu histórico de consumo de eletricidade, consumo/produção de eletricidade em tempo real e controlar equipamentos através de tomadas inteligentes;
•    Equilíbrio da rede elétrica – maior imunidade às subidas do preço de eletricidade;
•    Geração de capital social – impactos positivos no bem-estar dos cidadãos, uniformização dos valores comunitários e reforço dos laços de identidade local;
•    Reforço local de politicas de sociedades de baixo carbono – redução das emissões de carbono.
Saiba mais sobre as Comunidades S em http://community-s.vps.energy/.

Iniciar Sessão