Lisboa E-Nova - Agência de Energia-Ambiente de Lisboa

Iniciar Sessão
Português (pt-PT)English (United Kingdom)
Home » Notícias » Notícias » Índice geográfico de Renovação Energética Urbana (REU)
07-09-2017

Índice geográfico de Renovação Energética Urbana (REU)

Estudo cientifico desenvolve índice geográfico de Renovação Energética Urbana (REU), para avaliação do potencial de poupança energética em centros históricos Portugueses
Os centros históricos são componentes especiais do tecido urbano que devem ser mantidas vivas para evitar o seu despovoamento e gentrificação. A renovação energética dos seus edifícios é fundamental para alcançar um equilíbrio entre a conservação do património histórico e a sustentabilidade necessária para satisfazer a necessidade dos cidadãos em termos de conforto térmico e eficiência energética. No passado mês de agosto foi publicado um artigo científico na revista Energy & Buildings - Energy savings potential in urban rehabilitation: A spatial-based methodology applied to historic centres - que propõe uma metodologia complementar à tradicional abordagem individual à escala do edifício e que assenta numa perspetiva holística à escala do bairro que procura fomentar as intervenções de renovação energética em conjuntos de edifícios, potenciando assim economias de escala em termos de poupanças energéticas e custos de investimento. Neste estudo foi desenvolvido um índice de Renovação Energética Urbana (REU) de base geográfica, que resulta da integração de variáveis socioeconómicas dos residentes, das características dos edifícios e do potencial de poupança energética calculado com base nos certificados energéticos. O índice REU foi aplicado em dez centros históricos Portugueses (fig.1), permitindo assim uma análise comparativa do seu potencial de poupança energética, bem como a localização de áreas prioritárias de intervenção e a identificação de áreas geográficas contíguas com igual potencial de renovação. A metodologia proposta para cálculo do índice REU, demonstra a importância das decisões de base geoespacial nas intervenções de renovação energética de larga escala. O índice REU permite, por exemplo, informar o planeamento urbano acerca da localização de quarteirões urbanos com igual potencial de renovação e com oportunidades de intervenção de eficiência energética similares. O índice REU pode também ajudar a selecionar áreas urbanas prioritárias para alocação de incentivos fiscais ou financeiros ou identificar áreas com maior potencial para mitigação de gases com efeitos de estufa. Esta metodologia poderá ser aplicada a outros centros históricos, contribuindo assim para o desenvolvimento de áreas urbanas de baixo carbono bem como para a regeneração de centros históricos e atração de novos residentes.

 

Figura
 

Figura.1- Mapeamento do índice de renovação energética urbana (REU) para dez áreas de reabilitação urbana (ARU) em centros históricos, desagregado ao nível da subsecção estatística do INE. O índice REU é um índice compósito que combina variáveis socioeconómicas, características dos edifícios e o potencial de poupança energética calculado com base   nos certificados energéticos. O índice REU varia de 5 a 20 e é tanto maior, quanto o potencial de renovação energética estimado.

Fonte : Gregório, V, Seixas J.  2017.  Energy Savings Potential in Urban Rehabilitation: A Spatial-Based Methodology Applied to Historic Centres. Energy and Buildings. 152:11-23

Imagem interativa

 Consulte aqui o Mapa interativo do índice REU para Lisboa (ctrl + clique)

Poderá temporariamente descarregar de forma gratuita o artigo  em https://authors.elsevier.com/a/1VUEf1M7zGotDE  ou contactar o autor  através do email: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

Iniciar Sessão