Lisboa E-Nova - Agência de Energia-Ambiente de Lisboa

Iniciar Sessão
Português (pt-PT)English (United Kingdom)
Home » Notícias » Notícias » Aprovado novo projeto da Lisboa E-Nova em Economia Circular
28-03-2018

Aprovado novo projeto da Lisboa E-Nova em Economia Circular

A Lisboa E-Nova viu recentemente aprovada a sua candidatura em consórcio ao Programa Interreg Sudoe (Fundo FEDER), para o Projeto CEMOWAS2: Gestão circular ecossistémica dos serviços de resíduos orgânicos e águas residuais.

Neste Consórcio, liderado pela ValOrizon (Syndicat de valorisation et traitement des déchets ménagers du Lot-et-Garonne), participam 8 entidades portuguesas, espanholas e francesas, entre as quais a Universidade Nova de Lisboa. O Projeto conta também como parceiros associados portugueses a Agência Portuguesa do Ambiente, a Câmara Municipal de Lisboa, a Junta de Freguesia do Parque das Nações, a Associação Nacional de Municípios Portugueses, a Águas do Tejo Atlântico e a SIMARSUL.

O Projeto CEMOWAS2 visa reforçar as capacidades das autoridades responsáveis para a implementação de estratégias territoriais participativas e sustentáveis através de uma gestão coerente com as abordagens sistémicas da economia circular dos serviços de gestão de resíduos sólidos e líquidos. O projeto permitirá a construção de estratégias de gestão e a demonstração da viabilidade de soluções concretas em relação a resíduos orgânicos e águas residuais. Estes modelos serão otimizados e transferidos de uns territórios para outros, de modo a atingir um maior grau de qualidade ambiental no uso de recursos e, consequentemente, na proteção do património natural das áreas integradas nesta iniciativa. A criação de uma plataforma virtual que pretende posicionar-se como uma ferramenta eficaz para a seleção dos procedimentos de gestão permitirá a valorização e adaptação dessas abordagens inovadoras a outros territórios SUDOE.

Neste âmbito, a Lisboa E-Nova irá promover duas ações demonstrativas sobre água e resíduos, na área do Parque das Nações, abordando a reutilização de água residual tratada para rega de espaços verdes e o tema da compostagem de resíduos orgânicos em cantinas de escolas que possuam hortas.

Iniciar Sessão