Lisboa E-Nova - Agência de Energia-Ambiente de Lisboa

Iniciar Sessão
Português (pt-PT)English (United Kingdom)
Home » Notícias

TecnicoSe uma criança de Lisboa chegar a casa a falar das partículas de poluentes que todos os dias inalamos, a culpa é do LIFE Index-Air, o mais recente projeto de uma equipa do Centro de Ciências e Tecnologias Nucleares (CTN) do Instituto Superior Técnico, coordenado por Marta Almeida. O objetivo central é criar um novo instrumento de gestão da qualidade do ar, que permita aos decisores políticos locais, regionais e nacionais avaliar quantitativamente o impacto das políticas sobre os níveis de exposição humana às partículas poluentes inaláveis. Inclui também uma grande ação de sensibilização junto dos mais jovens.

O projeto começou em outubro, foi totalmente idealizado e desenhado pelos investigadores do CTN, e a estratégia passa nesta fase inicial pela sensibilização e proximidade. “Trata-se de trabalharmos os comportamentos para que tenhamos uma evolução e uma melhoria da qualidade do ar”, explica a investigadora Marta Almeida. A aposta forte para esta sensibilização é nas crianças e nos estudantes em geral “porque achamos que se nós conseguirmos passar a mensagem a essas faixas etárias estamos no fundo a passar a mensagem para três gerações”.

Continuar a ler ...

Quarta, 28 Junho 2017 14:31
Published in Notícias
Escrito por Marta Peixinho
Continuar...

EDPO programa Save to Compete (S2C), criado em 2012 pela EDP, visa promover a competitividade das empresas em Portugal e Espanha através da implementação de soluções de eficiência energética. Nos últimos 5 anos este programa já permitiu às empresas aderentes uma poupança de 18 milhões de euros.

O Save to Compete assenta num modelo em que cada projeto de eficiência energética é pago com parte das poupanças geradas ao longo do tempo, sem que a empresa beneficiária tenha a necessidade de investir diretamente, não comprometendo, assim, recursos financeiros necessários ao crescimento do seu negócio.

Este ano, o Save to Compete tem várias novidades. O programa passa agora a incluir uma oferta para as PME e torna-se acessível através de uma plataforma digital e inovadora que permite, de uma forma simples, rápida e gratuita, a adesão das empresas ao programa.

Ao acederem à plataforma Save to Compete, as empresas têm acesso a propostas de eficiência energética concretas e customizadas cliente a cliente, e respetivo potencial de poupança.

Com esta nova ferramenta, o acesso à eficiência energética por parte de todas as empresas é agora tão simples quanto efetuar compras online.

Caso o investimento nos projetos seja superior a 250 mil euros, as empresas podem ainda ter acesso ao fundo de financiamento criado em parceria com a ECS Capital, líder no mercado de private equity.

A eficiência energética é já uma aposta consolidada da EDP que tem investido numa diversidade de produtos e serviços para permitir a poupança de energia a empresas e particulares, como é o caso das soluções na área da energia solar, da mobilidade elétrica ou do sistema de monitorização de consumos energéticos edp re:dy.

Quarta, 28 Junho 2017 14:06
Published in Notícias
Escrito por Marta Peixinho
Continuar...

No dia 4 de junho de 1987 nasceu o maior empreendimento de abastecimento de água em Portugal, o Subsistema de Castelo do Bode. Depois dos grandes aquedutos Águas Livres, Alviela e Tejo, foi ele quem resolveu os problemas de abastecimento de água que persistiam na cidade de Lisboa.

O Subsistema de Castelo do Bode foi uma revolução na capacidade de produção da EPAL e na melhoria da qualidade da água e não teria sido possível sem o enorme envolvimento dos Trabalhadores. Essa entrega prevalece e é o estandarte com que a EPAL enfrenta os novos desafios, como o consumo de energia e a sustentabilidade.

30 anos depois, à magnitude e importância que reconhecidamente este subsistema tem para a vida e bem-estar das populações, vem juntar-se o projeto “0% Energia”, que está a ser implementado na Estação de Tratamento de Água da Asseiceira, fazendo dela a primeira Estação de Tratamento de Água energeticamente autossustentável.

O Subsistema de Castelo do Bode foi concebido para captar, tratar e transportar a água desde a albufeira de Castelo do Bode até à Estação Elevatória de Vila Franca de Xira e projetado para produzir 375000 m3 de água por dia. Ampliado em 1996 e de novo em 2007, tem hoje a capacidade para 625000 m3/dia, fazendo dele responsável por 80% de toda a água produzida pela EPAL.

 ETA Asseiceira

 

Visualize o vídeo e conheça a maior ETA do País

http://www.epal.pt/EPAL/menu/epal/publicações/v%C3%ADdeos/videos/default-source/videos/subsistema-de-castelo-do-bode-2017

Sexta, 23 Junho 2017 16:18
Published in Notícias
Escrito por Marta Peixinho
Continuar...

Iniciar Sessão