Frota elétrica do Grupo AdP reduziu mais de 200 toneladas de emissões de CO2 em 10 meses

A frota de viaturas elétricas do Grupo AdP atingiu, no final de outubro, 1 286 707 km percorridos, alcançando reduções superiores a 83% ao nível do consumo de combustível e de energia e de cerca de 70% na emissão de gases com efeito de estufa.
A redução do consumo energético nestes 10 meses cifrou-se em 890 MWh, o que corresponde a mais de 53 tep (tonelada equivalente de petróleo) e a cerca de 367 barris de petróleo equivalente evitados.
Destaca-se ainda a redução superior a 202 toneladas nas emissões de CO2, comparativamente com as viaturas substituídas (com motores térmicos).
A introdução de veículos 100% elétricos na frota operacional das suas empresas é uma das medidas do Plano de Eficiência e de Produção de Energia (PEPE) do Grupo AdP para o período 2017-2020, sendo um dos primeiros projetos apoiados pelo Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente e da Transição Energética, ao abrigo da Estratégia Nacional para a Mobilidade Elétrica.
Neste âmbito, o Grupo adquiriu 127 veículos ligeiros (76 de passageiros e 51 de mercadorias) para substituir viaturas operacionais com mais de 8 anos de idade média e com maior quilometragem e colocou 137 pontos de carregamento de veículos elétricos nas suas instalações de norte a sul do país.
Os valores registados em final de outubro de 2018 representam o cumprimento de 27% das metas fixadas para 2020 pelo Grupo AdP para a redução de emissões de CO2, uma vez que o PEPE estabelece como objetivo global a redução de 750 toneladas de CO2 para uma quilometragem acumulada e estimada de 5 milhões de quilómetros.

PEPE – Plano de Eficiência e de Produção de Energia do Grupo AdP
Com mais de 50% dos custos operacionais a respeitar a consumos de eletricidade, o Grupo AdP assume a gestão da energia como prioridade no âmbito da promoção da ecoeficiência e da sustentabilidade das suas operações de abastecimento de água e de saneamento de águas residuais.
Tendo como objetivo a melhoria do desempenho energético através da maximização do aproveitamento energético dos ativos e recursos endógenos e da racionalização dos consumos, o Plano de Eficiência e de Produção de Energia (PEPE) do Grupo AdP integra mais de 600 medidas a implementar até 2020 nas empresas do Grupo.
Além do aumento da produção própria de energia elétrica, da redução de consumos, da melhoria das condições de aquisição de energia e da mobilidade elétrica, este plano integra medidas como áreas tão diversas como a maximização do aproveitamento energético do biogás proveniente da digestão das lamas do tratamento das águas residuais, o aproveitamento da energia hídrica ou a constituição de uma bolsa interna de auditores energéticos certificados.
Parte da significativa produção própria de energia elétrica do Grupo destina-se a ser consumida nas próprias instalações, nomeadamente em Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR), que estão entre as principais consumidoras de eletricidade do Grupo, o que permitirá reduzir a fatura energética do Grupo.
No que respeita à mobilidade elétrica no Grupo AdP, o PEPE 2017-2020 integra ainda medidas como a certificação energética de frotas, a formação de colaboradores em ecocondução e a georreferenciação da frota operacional.