Ajude uma escola a ganhar um prémio. Instale a App Sharing Lisboa

 

Andar a pé, de bicicleta, carregar veículos elétricos nos postos da rede Mobi-E, frequentar o comércio local ou preencher quizzes sobre energia ou mobilidade – gera pontos que reverterão para as escolas envolvidas no Sharing Lisboa. Os pontos também poderão ser convertidos, por cada utilizador, em bónus a descontar na rede de comércio local. O Sharing Lisboa é uma experiência piloto ao nível europeu, que promove comportamentos ambientalmente mais sustentáveis, através de um conjunto de benefícios e recompensas que une o cidadão, a comunidade escolar e o comércio local em torno de uma causa comum.

Este mecanismo de Mercado Social Digital funciona através da App Sharing Lisboa onde cada comportamento sustentável se converte em pontos. Para isso, ao longo deste ano letivo, só tem de adotar comportamentos que melhorem a eficiência energética da própria escola e, simultaneamente, unir esforços apelando ao apoio da comunidade envolvente para que se registe na App e contribua ativamente gerando pontos para a sua causa.

As 3 escolas participantes, EB 2,3 Nuno Gonçalves, EB 2,3 Manuel da Maia e EB 2,3 das Olaias, competirão entre si para a obtenção de um prémio final.

O Sharing Lisboa desenvolve-se no âmbito do Programa Sharing Cities, financiado pela União Europeia, que une municípios, cidadãos e empresas em Lisboa, Londres e Milão, com o objetivo de aumentar a qualidade de vida nas cidades e contribuir para a sustentabilidade local.

Saiba mais visualizando o vídeo sobre o Sharing Lisboa:

E instale a app através do site http://sharinglisboa.pt

Em Lisboa o Programa Sharing Cities é implementado por um consórcio constituído pela Câmara Municipal de Lisboa, Lisboa E-Nova, Instituto Superior Técnico, Reabilita, CEiiA, EDP Distribuição, Altice Labs e EMEL.

O lançamento do Sharing Lisboa aconteceu no passado dia 9 de novembro na Sala do Arquivo dos Paços do Concelho onde foi assinado um Protocolo de colaboração do Mercado Social Digital entre a Lisboa E-Nova e as escolas envolvidas.