Rede Europeia de EDS “Eco-Educação na Europa”

Esta REDE informal propõe-se “construir” um Espaço Europeu de Concertação tendo em vista, entre outras premissas: a adoção de uma Estratégia Europeia e de Planos de Ação de Educação Ambiental para o Desenvolvimento Sustentável (EADS); favorecer as parcerias múltiplas e identificar os Projetos em EADS desenvolvidos nos países da União Europeia, e contribuir para a reflexão, investigação e partilha de experiências neste domínio.
A Lisboa E-Nova participa e integra desde a sua criação, o grupo dinamizador da Rede, associando a Cidade de Lisboa, a uma iniciativa de dimensão europeia e internacional.

A Educação para o Desenvolvimento Sustentável é um “conceito dinâmico que compreende uma nova visão da educação que busca potenciar pessoas de todas as idades para assumirem a responsabilidade de criar e desfrutar de um futuro sustentável” (UNESCO, 2002).

Integrando conceitos e ferramentas multidisciplinares, pretende auxiliar os educandos a compreender o mundo que os rodeia, a desenvolver capacidades de avaliação de visões alternativas de um futuro sustentável e de agir individual e coletivamente em prol de uma “sociedade de indivíduos” iguais em direitos e deveres, onde prepondera a solidariedade humana. Mais do que veicular conhecimentos, a sociedade moderna precisa sobretudo que nos empenhemos em conferir competências e capacitar cidadãos para a análise crítica, a ação participativa e a criação de soluções inovadoras e sustentáveis, para fazer face à complexidade dos problemas da contemporaneidade.

A EDS não é apenas um “conteúdo pedagógico”, mas um processo… A EDS tenderá a ser “uma educação que incentiva a mudança, a partir da própria mudança” (Graça Machel, Bona, 2009).

É necessariamente uma educação ao longo da vida, de qualidade e para todos os níveis etários, com especial incidência nas camadas mais jovens.

Manifesto “Educar para o Ambiente e para o Desenvolvimento Sustentável

Informação

INÍCIO