SUMOBIS – Sustainable Mobility Services

O Projecto SUMOBIS estava integrado no programa de cooperação territorial do espaço Sudoeste europeu (SUDOE), que apoia o desenvolvimento regional através do co-financiamento de projectos transnacionais por intermédio do FEDER (Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional).

A congestão dos centros urbanos dentro do espaço SUDOE (sudoeste europeu) surge como uma problemática de grande dimensão nos objetivos atuais do desenvolvimento urbano sustentável, uma vez que as condições de circulação nestes centros são o vetor que levam a problemas ambientais graves (poluição sonora e atmosférica), bem como de degradação da produtividade do tecido económico local.

O espaço SUDOE tem a característica de conter no seu território cidades com problemáticas comuns em termos de mobilidade. Assim, o projeto SUMOBIS inscreveu-se numa lógica de reflexão comum das cidades parceiras (Toulouse, Burgos, Oviedo, Ponferrada, Huelva, Lisboa), tendo em vista aproveitar semelhanças e eventuais diferenças nas experiências conduzidas pelas diferentes cidades e a possível transferibilidade dos resultados.

A redução do número de automóveis na cidade, a limitação da sua hegemonia e o desenvolvimento de modos de transporte alternativos irão privilegiar as deslocações das pessoas por um leque de modos mais suaves e respeitadores do ambiente urbano.

O desenvolvimento de modos de transporte alternativos ao automóvel individual não constitui, por si só, uma solução única ao problema. Este deverá ser integrado num processo de evolução dos comportamentos que considere a necessidade de se promover uma mobilidade sustentável, que contará com um desenvolvimento de novos serviços para a mobilidade e uma maior sensibilização.

Os parceiros do projeto SUMOBIS comprometeram-se a trabalhar nestes dois grandes pontos, através do desenvolvimento de agências de mobilidade, que constituirão o centro nevrálgico das cidades parceiras, com o objetivo de tornar mais sustentável a mobilidade dos seus habitantes.

Estas agências terão a função de sensibilizar e informar o cidadão para modos mais sustentáveis de transporte, como: bicicleta, carpooling, carsharing, planos de mobilidade empresarial ou transporte público.

No âmbito deste projeto, a Lisboa E-Nova organizou na FIL uma Conferência sobre “A Mobilidade Sustentável na Cidade”, e uma sessão do Ponto de Encontro sobre “Cinco anos de um nova política de Mobilidade Sustentável em Burgos: lições retiradas e resultados obtidos “.

 

 

Guia Técnico para a Criação de uma Agência de Mobilidade em Lisboa

Apresentação

Notícias sobre o Projeto

Newsletter Agosto 2011

Newsletter Junho 2010

 

Sumobis

Informação

INÍCIO

julho 2009

DURAÇÃO

24 meses

Parceiros