HUBS de Inovação e Empreendedorismo para a Transformação de Áreas Urbanas Históricas

A Lisboa E-Nova enquanto coordenadora geral do HUB-IN Hubs of Innovation and Entrepreneurship for the Transformation of Historic Urban Areas, organizou em Lisboa  durante o mês de outubro,  a primeira reunião de consórcio em formato presencial. Durante três dias consecutivos de trabalho colaborativo, estiveram reunidos cerca de 40 elementos do consórcio, representando 8 centros históricos europeus e dez outras entidades europeias, incluindo universidades e redes internacionais de cidades. A reunião de consorcio traduziu-se num importante momento de partilha de experiências e de alinhamento de ideias entre os parceiros do projeto. A iniciativa revelou-se  especialmente importante nesta fase do projeto,  na medida em que  os oito centros históricos estão a preparar os seus roteiros estratégicos para o desenvolvimento de Hubs de Inovação locais. Os Hubs irão promover a transformação urbana atuando de forma integrada em três clusters de inovação: Cluster 1 – Industrias Culturais e Criativas , Cluster 2 – Novos estilos de vida , Cluster 3- Lugares Resilientes & Conectados às Pessoas.

No último dia da reunião foi organizada uma visita ao local para dar a conhecer o piloto de Lisboa, cuja área histórica de intervenção inclui Alfama e Mouraria. A Câmara Municipal de Lisboa é a gestora do piloto de Lisboa e conta com a colaboração direta da Lisboa E-Nova.

O projeto europeu HUB-IN – Hubs of Innovation and Entrepreneurship in Historic Urban Areas,  visa promover a regeneração de áreas históricas urbanas adotando a inovação e o empreendedorismo como principais catalisadores dos processos de transformação. Para o HUB-IN,  é central a preservação dos valores culturais, sociais e ambientais de cada área histórica.

 1,586 total views

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x