Siemens e Expo Dubai 2020 criam modelo de referência para as cidades inteligentes do futuro

O Dubai está prestes a criar uma das exposições mundiais mais conectadas e sustentáveis da história, a Expo Dubai 2020. E é aqui que a Siemens vai criar uma das maiores instalações do mundo das suas tecnologias de gestão de infraestruturas inteligentes e de conetividade. Soluções digitais vão “dar vida” à cidade do futuro que está a surgir no deserto e vão permitir conectar, monitorizar e gerir edifícios em todo o recinto da Expo, através da plataforma MindSphere2. A recolha e análise de dados irá auxiliar a tomada inteligente de decisões, garantindo as condições ótimas de conforto e segurança aos visitantes.
A Expo Dubai espera receber 25 milhões de visitantes, mais do dobro da população portuguesa, e vai estar de portas abertas durante seis meses, de outubro de 2020 a abril de 2021

Sustentabilidade e inovação
A sustentabilidade é um dos temas chave da Expo 2020 e o país está empenhado em fazer desta exposição uma das mais “verdes” de sempre. As tecnologias que a Siemens vai instalar, ajudarão a Expo Dubai 2020 a cumprir esse objetivo. A ligação dos 137 edifícios do recinto vai resultar numa das maiores instalações mundiais deste tipo, proporcionando aos operadores a supervisão completa do recinto e a análise de dados para monitorização do consumo de energia durante a Expo.
80% dos ativos do local da Expo permanecerão como parte de um ecossistema de tecnologias emergentes – conhecido como District 2020. A Siemens é um dos parceiros desse projeto de legado e vai instalar no local a sua sede global de logística aeroportuária, carga e portos, assim que termine a Exposição, em Abril de 2021.
“A Siemens participa ativamente em todas as exposições mundiais desde a invenção do primeiro telégrafo de ponteiro na Expo 1851 em Londres, que revolucionou as telecomunicações na altura. Já na realização da Expo 98, em Lisboa, foi uma importante parceira tecnológica” disse Pedro Pires de Miranda, Presidente Executivo da Siemens Portugal, acrescentado que, “no Dubai, como em todas as outras cidades Expos que a antecederam, queremos deixar um legado tecnológico sustentável, contribuindo para revitalizar e modernizar as suas infraestruturas de forma inteligente”.
Saliente-se ainda que a Expo2020, em parceria com a Dubai Electricity and Water Authority (DEWA) e a Siemens estão a desenvolver um projeto-piloto para produção de hidrogénio, a partir de energias limpas e renováveis. Este será um dos temas em destaque na exposição, tal como os sistemas descentralizados de produção de energia que, em conjunto, ajudarão o país a fazer a transição energética.

2. O sistema operacional para a Internet das Coisas baseado na nuvem da Siemens

 1,947 total views