Web Summit – EDP coloca 11 startups na montra mundial do empreendedorismo

EDP vai estar na Web Summit e leva consigo 11 startups ao evento que decorre entre os dias 7 e 10 de novembro em Lisboa. Estas startups estarão na Web Summit a expor os seus projetos, numa oportunidade única de networking. Das 11 startups, 8 foram selecionadas pela EDP de entre as 19 que estão atualmente na EDP Starter. São elas: Datasonar, Agroop, Ionseed, Egg Electronics, Pro-Drone, Isgreen, Blackblock e Optishower com negócios focados em big data, IoT, eficiência energética, energia solar, armazenamento e distribuição de energia. Estas startups estarão inseridas no programa ALPHA da Web Summit e terão direito a uma zona de exposição, mentoria, workshops, participação em mesas redondas e contato com investidores.
As outras 3 startups serão as 3 primeiras classificadas da EDP Open Innovation e vão ser anunciadas na grande final deste programa de aceleração que se realiza no dia 2 de novembro. Neste dia será também anunciada a startup com maior potencial que receberá um prémio de 50.000€. Esta competição anual, cuja edição de 2016 foi lançada em junho, tem como objetivo apoiar o empreendedorismo tecnológico com foco em energia e nas suas múltiplas variantes incluindo big data, internet of things, machine learning, data analytics, tendo este ano alargado o seu universo de atuação para o Brasil e Espanha. Após a receção de mais de 250 candidaturas, as 15 startups finalistas encontram-se, neste momento, na fase de aceleração de ideias na Fábrica de Startups.
A EDP através da EDP Inovação, aposta numa filosofia de inovação aberta em que procura tecnologias e modelos de negócios inovadores para o sector energético. Neste sentido foram criados dois instrumentos, a EDP Ventures (fundo de capital de risco) e EDP Starter (programa de aceleração de startups tecnológicas). Até à data foram apoiadas cerca de 30 startups tendo algumas destas sido investidas pelo fundo. No seu conjunto este ecossistema atingiu em 2015 um volume de negócios superior a €30 milhões e foram criados mais de 250 postos de trabalho em Portugal.

Para além das 11 startups, a EDP vai também levar para a Web Summit a sua vontade de conhecer novas ideias nas quais possa investir. Mantendo sempre a inovação e o investimento como diretrizes, a EDP vai selecionar no seu stand, através do Carousel Pitch, startups com potencial enquadramento no negócio da EDP. Por dia, os 10 melhores pitches serão convidados para o “EDP Innovation Lounge”, onde as startups poderão expor as suas ideias a Executivos da EDP. “Para a EDP, a presença na Web Summit é estratégica, porque a empresa reconhece que grande parte da inovação em Energia está a ocorrer na convergência da Energia com as Tecnologias de Informação e Comunicação. A EDP está cada vez mais atenta aos novos desenvolvimentos nas áreas de Big Data, IoT, Machine Learning e Robótica, entre outros, e ao seu cruzamento com as áreas de energia. A EDP pretende obter uma vantagem competitiva, apostando na utilização  das tecnologias mais recentes da Web e assim ajudar a promover, à sua volta, um ecossistema de startups com excelência nesta área. A Web Summit corresponde a um passo importante na concretização desta estratégia.” Diz António Vidigal, Presidente da EDP Inovação.

O empreendedorismo e a inovação são partes integrantes da estratégia do Grupo EDP pelo que a Web Summit se revela uma oportunidade única para a empresa e para todas as startups presentes.

 1,003 total views