Skip to main content
search

Ordem Ecológica e Desenvolvimento - o futuro do território português

Resumo da Sessão:
O objectivo principal do Projecto divulgado nesta apresentação foi a formulação de reflexões sobre estratégias de desenvolvimento, em termos de Ordenamento do Território, aquilo que se designou por Ordenamento Potencial. Para este objectivo construiu-se uma metodologia em que, numa primeira fase, se procedeu à determinação da aptidão ecológica às culturas agrícolas, às espécies arbóreas e pastagens espontâneas e à edificação; e, numa segunda fase, se avaliou a adequação ou desadequação ecológica dos vários tipos de ocupação e se formularam questões sobre estratégias de desenvolvimento.
Este Projecto “Ordenamento Potencial da Paisagem de Base Ecológica. Aplicação a Portugal” PTDC/AUR-URB/119340/2010, financiado pela Fundação de Ciência e Tecnologia (FCT) e da iniciativa do ex-Centro de Estudos de Arquitectura Paisagista “Prof. Caldeira Cabral”, sediado no Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa (2012-2015) vem no seguimento de um outro, “Estrutura Ecológica Nacional (EEN) – uma proposta de delimitação e regulamentação” [PTDC/AURURB/102578/2008], também financiado pela FCT e da iniciativa da mesma equipa nuclear.
A cartografia elaborada nos dois Projectos foi reunida numa Base de Dados Cartográficos – http://epic-webgis-portugal.isa.ulisboa.pt/ que pretende servir de base a um Ordenamento do Território, realizado com uma base ecológica estando disponível a todos, graciosamente e em formato digital.

Data
31 de janeiro 2017

Localização
CIUL 

Orador
Manuela Raposo Magalhães (Green and Blue Infrastructures LEAF-ISA)

Horário
17h45 às 19h30

Apresentação

Moderador
Duarte Mata (Câmara Municipal de Lisboa)

Outras sessões

Abril 17, 2018

Gestão de um Sistema Elétrico com elevada penetração de renováveis

Abril 17, 2018

Conservação da biodiversidade – desafios da cidade do futuro

Março 1, 2021

Economia Circular – da Agenda Regional às prioridades de concretização

Leave a Reply