Skip to main content
search

Quantificação de impactes energéticos e ambientais da introdução de tecnologias alternativas na frota da CML

Resumo da Sessão:
No contexto de elevado consumo de energia e emissão de poluentes associado ao sector dos transportes, a utilização de combustíveis e tecnologias de veículos alternativas constitui uma possível medida de resposta. As frotas municipais são elementos importantes na mobilidade das cidades e podem constituir um papel de exemplo na adopção de tecnologias alternativas. Desta forma, com este estudo quantificaram-se os impactes energéticos e ambientais da introdução de tecnologias alternativas na frota da Câmara Municipal de Lisboa. Em mais detalhe, foi considerada a substituição de veículos ligeiros convencionais por veículos eléctricos (EV) e de veículos pesados a gasóleo por veículos a gás natural comprimido (GNC), num universo de cerca de 300 veículos.

Data
26 de janeiro 2016

Localização
CIUL 

Orador
Patrícia Baptista e Gonçalo Duarte (IDMEC-IST)

Horário
17h45 às 19h30

Apresentação

Moderador
Miguel Águas (Lisboa E-Nova)

Outras sessões

Abril 16, 2018

Sistemas Urbanos Integrados de Mapeamento de qualidade do ar, tráfego e ruído – solução QART e aplicações

Abril 17, 2018

Gamificação – mecânicas de jogo ao serviço da sustentabilidade

Dezembro 14, 2023

Investimento de impacto e resolução de problemas sociais e ambientais

Leave a Reply