Skip to main content
search
Monthly Archives

Dezembro 2018

Referencial de Educação Ambiental para a Sustentabilidade

Referencial de Educação Ambiental para a Sustentabilidade

Resumo da Sessão:

O Referencial de Educação Ambiental para a Sustentabilidade, enquadrado, quer pelo Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, quer pela Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania e previsto na Estratégia Nacional de Educação Ambiental, constitui-se como um documento orientador para a implementação desta temática no âmbito da Cidadania e Desenvolvimento, área disciplinar que integra o currículo nos diferentes ciclos e níveis de educação e ensino.
O Referencial, de natureza flexível, pode ser usado em contextos muito diversos, no seu todo ou em parte, através do desenvolvimento de projetos e iniciativas que tenham como objetivo contribuir para a formação pessoal e social dos alunos. Na organização do Referencial propõem-se oito temas transversais a todos os ciclos e níveis de educação e ensino, constituídos por subtemas e objetivos.
A elaboração do Referencial resultou da parceria entre a Direção-Geral da Educação e outros organismos, instituições públicas e sociedade civil.

Data
12 de fevereiro 2019

Localização
CIUL 

Orador
Eulália Alexandre (DGE – Direção Geral da Educação)

Horário
18h00 às 19h30

Apresentação

Moderador
Maria Santos (Lisboa E-Nova)

Outras sessões

Abril 17, 2018

Cidades do Futuro Como é que a iluminação vai transformar as cidades do futuro?

Agosto 22, 2018

Os objetivos do desenvolvimento sustentável e a democratização da energia

Dezembro 14, 2023

Mitos e Contra-mitos na Sustentabilidade Ambiental da Alimentação

Avaliação de ciclo de vida e economia circular

Avaliação de ciclo de vida e economia circular

Resumo da Sessão:

A operacionalização da economia circular a nível das empresas e cadeias de valor passa por métodos e tecnologias de produção, design de produtos e serviços e a adoção de novos modelos de negócio com vista a fechar os fluxos de recursos, a prolongar o tempo de vida dos produtos e materiais na economia e a desmaterializar a produção e o consumo, como via de dissociar a geração de riqueza e a criação de emprego do consumo de recursos.
No entanto, por vezes soluções aparentemente interessantes e “circulares” apresentam aspetos negativos e trade-offs ambientais que não são imediatamente percebidos, e que só uma perspetiva de ciclo de vida, porventura assente num estudo rigoroso de avaliação do ciclo de vida (ACV), permite detetar. A apresentação inclui diversos exemplos de circularidade e de como a ACV auxilia na tomada de decisão, por forma a potenciar soluções inovadoras e mais sustentáveis.

Data
15 de janeiro 2019

Localização
Zoom

Orador
Cristina Sousa Rocha (LNEG)

Horário
18h00 às 19h30

Apresentação

Moderador
Maria João Rodrigues (Lisboa E-Nova)

Outras sessões

Fevereiro 12, 2019

A inovação no sector da Água – que futuro

Maio 12, 2021

Qualidade do ar em Lisboa – Políticas e Instrumentos

Agosto 22, 2018

Os objetivos do desenvolvimento sustentável e a democratização da energia