Skip to main content
search
Monthly Archives

Setembro 2018

Sessão de Esclarecimento «Aviso 25 – Eficiência Energética nos Edifícios»

Sessão de Esclarecimento «Aviso 25 – Eficiência Energética nos Edifícios»

Resumo da Sessão:

Esta sessão teve por finalidade prestar esclarecimentos sobre o Aviso 25 – Eficiência Energética nos Edifícios» do Fundo de Eficiência Energética (FEE), apresentando as medidas de eficiência energética passiveis de financiamento.

Inserido no Plano Nacional de Ação para Eficiência Energética (PNAEE), o Aviso 25 tem como objetivo otimizar as condições de uso e consumo de energia do edificado nacional que representa cerca de 30% do consumo total de energia em Portugal.

Neste contexto, são suscetíveis de financiamento através do presente Aviso medidas de eficiência energética que conduzam à melhoria do desempenho energético de edifícios existentes, do setor residencial e de serviços de direito privado, tais como:
– requalificação de sistemas de aquecimento de águas quentes sanitárias;
– instalação de janelas eficientes;
– requalificação do isolamento térmico envolvente interior e exterior;
– Iluminação eficiente
(apenas beneficiários tipo B).
O Aviso 25 dirige-se a dois tipos de beneficiários:
– Beneficiários tipo A – Pessoas singulares proprietárias de edifícios de habitação existentes e ocupados unifamiliares ou de frações autónomas em edifícios multifamiliares;
– Beneficiários tipo B – Pessoas coletivas de direito privado, proprietárias de edifícios de serviços existentes e ocupados, com exceção de todas as entidades com a CAE 01 a 33.

 

A Lisboa E-Nova apoiou os beneficiários interessados, na preparação e submissão de candidaturas na tipologia de Beneficiários A, até um máximo de 50 candidaturas.

Foi dada prioridade aos beneficiários interessados que tenham participado na sessão.

Para mais informação sobre o aviso:

http://www.pnaee.pt/avisos-fee/aviso-25

Data
13 de setembro 2018

Localização
CIUL 

Orador
Cátia Carvalho (PNAEE)

Horário
18h00 às 19h30

Apresentação

Moderador
Maria João Rodrigues (Lisboa E-Nova)

Outras sessões

Outubro 25, 2022

Sistemas alimentares circulares de génese urbana – Contributos para um laboratório vivo no Hub Criativo do Beato

Abril 17, 2018

Adaptação Climática da habitação – avaliação de vulnerabilidades do conforto térmico

Abril 19, 2018

Soluções, Aplicações, APPS para Sistemas de Mobilidade Multimodais

Reabilitação Urbana e Eficiência Energética – Nova Geração de Políticas de Habitação para Lisboa

Reabilitação Urbana e Eficiência Energética – Nova Geração de Políticas de Habitação para Lisboa

Resumo da Sessão:

Instrumentos financeiros, informação de suporte à decisão e o caso dos bairros municipais em Lisboa.
A reabilitação urbana e a eficiência energética são atualmente indissociáveis. A renovação profunda de edifícios pode reduzir em 36% o consumo de energia, na Europa, até 2030, diminuindo simultaneamente a dependência energética, criando empregos e edifícios mais confortáveis e salutares.
A nova geração de políticas de habitação em Portugal (NGPH-Abril 2018) reflete estas prioridades de reabilitação energética do edificado, sendo um dos objetivos estratégicos tornar a reabilitação a principal forma de intervenção nos edifícios e no desenvolvimento urbano. Para tal, o pacote legislativo adota instrumentos de política inovadores que privilegiam o financiamento da reabilitação promovendo simultaneamente a eficiência energética. A disponibilização de informação de suporte à decisão, designadamente no que concerne ao investimento em eficiência energética, contribui para colmatar as lacunas de conhecimento que obstam à implementação da renovação urbana em larga escala.

A cidade de Lisboa tem vindo a integrar estas políticas nas suas intervenções de reabilitação urbana, como é o caso dos bairros municipais Padre Cruz, Boavista e mais recentemente da nova urbanização do Bairro da Cruz Vemelha. As soluções inovadoras desenvolvidas para a reabilitação destes bairros assentam na melhoria da eficiência energética e na sustentabilidade de longo prazo das novas habitações, tendo em conta a necessidade de desenvolver sistemas ecológicos compatíveis o perfil socioeconómico dos seus moradores.

Data
06 de novembro 2018

Localização
CIUL 

Orador
Carlos Raposo, Vera Gregório (Lisboa E-Nova); Nuno Bastista (ADENE) e Alexandre Dias (ORANGE)

Horário
18h00 às 19h30

Apresentação

Moderador
Vera Gregório (Lisboa E-Nova)

Outras sessões

Abril 17, 2018

Objetivos de desenvolvimento sustentável

Maio 3, 2018

As coberturas verdes e promoção da biodiversidade do ambiente urbano

Abril 17, 2018

Conservação da biodiversidade – desafios da cidade do futuro