inteGRIDy

O projeto inteGRIDy – Integrated Smart GRID Cross-Functional Solutions for Optimized Synergetic Energy Distribution, Utilization & Storage Technologies – teve início em janeiro de 2017 e terá uma duração de 4 anos. É um projeto integrado no Programa H2020 com a participação de 30 parceiros europeus, sendo liderado pela consultora espanhola ATOS. O objetivo é desenvolver uma plataforma que permita facilitar e otimizar as operações numa rede de distribuição recorrendo a tecnologias de armazenamento de energia e a fontes de energia renovável. Para tal, serão estudados 10 exemplos de aplicação de pequena escala (edifícios) e grande escala (cidade/região), de modo a alimentar a plataforma com diferentes dados.

Em Lisboa, no Edifício Municipal de serviços do Campo Grande, será desenvolvido o caso de estudo de Portugal. Este piloto pretende avaliar e otimizar o impacto que a instalação de painéis solares fotovoltaicos, carregamentos de veículos elétricos e armazenamento de energia em tanques de gelo terão nos consumos do edifício, integrando-os num sistema inteligente que permita a sua gestão eficiente.

A Lisboa E-Nova é líder da gestão do caso de estudo português contando com a colaboração da Virtual Power Solutions (VPS) na vertente tecnológica, da Energia Simples (comercializador de energia elétrica) no input do sistema elétrico nacional e na modelação de sistemas com aplicação de tarifas dinâmicas, e da Universidade Católica Portuguesa (UCP) na análise de modelos de negócio que poderão ser implementados com o piloto. O caso de estudo terá ainda o apoio e a colaboração externa da Câmara Municipal de Lisboa, que é a proprietária e gestora do edifício.

Inserida no consórcio do projeto inteGRIDy, a Lisboa E-Nova tem a responsabilidade de coordenar o projeto piloto que irá decorrer entre agosto de 2018 e dezembro de 2020, integrando as atividades dos restantes parceiros portugueses (Energia Simples, VPS e UCP), no desenvolvimento de um sistema de gestão de energia do edifício Municipal do Campo Grande com integração de sistemas de produção renovável.