Biodiversidade Urbana e Serviços de Ecossistema

Data: 04 julho 2019

Horário: 14h30 às 18h00

Local: Fundação Calouste Gulbenkian, sala 1

Enquadramento:

Designada “Capital Verde Europeia 2020” pela Comissão Europeia, a cidade de Lisboa foi reconhecida pelas suas políticas ativas nas várias vertentes da sustentabilidade urbana.

Com o objetivo de reforçar as interações entre atores franceses e portugueses e para se encontrarem as soluções sustentáveis de amanhã, o Institut Français du Portugal , a Câmara Municipal de Lisboa e a Lisboa E-Nova – Agência de Energia e Ambiente, organizaram o ciclo “Cidades Sustentáveis: o futuro agora?”, no âmbito do qual se promoveu o segundo evento dedicado ao tema “Biodiversidade urbana e serviços de ecossistema”.

Embora por vezes seja difícil de observar, as nossas cidades são o lar de espécies animais e vegetais, que devem ser preservadas. Esta biodiversidade urbana é, de facto, essencial, e produz efeitos inestimaveis: retenção de água, redução do calor, redução da poluição do ar, sensação de bem-estar… Assim, a cidade e a natureza não devem parecer incompatíveis, mas pelo contrário, complementares.

A França procura colocar a questão da biodiversidade ao mesmo nível que a do clima e organizará o congresso mundial da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) em 2020. Esta preocupação também se reflete a nível local, como em Estrasburgo, que foi designada Capital Francesa da Biodiversidade em 2014 e 2017.

Durante esta conferência, especialistas em biodiversidade urbana de França e Portugal trocaram opiniões e experiências sobre os temas da natureza nas cidades e dos serviços de ecossistemas, tendo em mira o ano 2020, em que Lisboa é a Capital Verde Europeia.

A sessão foi gratuita, mas a inscrição obrigatória, sujeita a validação.

A sessão teve tradução simultânea.

Participantes com Mobilidade Reduzida
Todos os espaços da Fundação Calouste Gulbenkian ,incluindo os jardins, estão adaptados a visitantes com restrições de mobilidade, nomeadamente através de elevadores, rampas e, em certas zonas, piso tátil. Estão disponíveis lugares reservados para pessoas com mobilidade condicionada tanto no Parque de Estacionamento como Grande Auditório.

Informação

Fundação Calouste Gulbenkian – Av. de Berna, 45A, 1067-001 Lisboa

Como chegar

Metro

Metro

As duas estações de metro mais próximas da Fundação Calouste Gulbenkian são as de São Sebastião (linhas azul e vermelha) e Praça de Espanha (linha azul).

Autocarro

Autocarro

Carris: 716, 726, 756 (Av. de Berna), 746 (Av. António Augusto de Aguiar) e 713, 742 (Rua Marquês da Fronteira). Lisbon Sightseeing: Linha Oriente e Linha de Belém.

Comboio

Comboio

A estação de Entrecampos está localizada a cerca de 15 minutos a pé da Fundação Calouste Gulbenkian e tem ligação com a rede do metro.

Bicicleta

Bicicleta

Poderá utilizar a recente rede de ciclovias do centro da cidade, e deixar a sua bicicleta nos diversos suportes de que dispomos para o efeito.

Ver mapa de localização

 

Pode consultar as apresentações de Christel Kohler na Página da Biblioteca, aceda aqui.

Pode consultar as apresentações de Cyrille Barnérias na Página da Biblioteca, aceda aqui.

Pode consultar as apresentações de Duarte Mata na Página da Biblioteca, aceda aqui.

Pode consultar as apresentações de Marc Barra na Página da Biblioteca, aceda aqui.

Pode consultar as apresentações de Margarida Santos Reis na Página da Biblioteca, aceda aqui.

 391 total views